#DEOLHO

FALSO áudio informando sobre supostos integrantes da Comunidade Shalom invadindo casas

A COAR entrou em ação, desta vez, para checar a veracidade de um áudio com teor alarmista, que circula em grupos de WhatsApp. Em trecho da gravação, uma pessoa (não identificada) – de voz feminina, diz o seguinte:

Foto: Reprodução/ comshalom.org

“Oi, amiga, boa tarde. Olha, se aparecer aí na sua rua dois rapazes, usando a roupa do Shalom… Tem o nome bem grande, um colete com o nome escrito Shalom [comunidade católica]. Ele sai de casa em casa pedindo doação, usando o nome do Shalom […] Não abra o portão, não dê confiança. Se puder chamar a polícia, chame. Assaltaram a casa do meu vizinho, levaram tudo […].
O autor do áudio não faz referência ao local onde o crime citado teria acontecido e nem sobre onde mora (estado, cidade…).

Diante da denúncia sobre possíveis assaltos efetuados por esses homens disfarçados, a COAR entrou em contato com o delegado Luccy Keiko, responsável pela Polícia Civil do Estado. Ele afirmou não ter conhecimento sobre o áudio, mas prometeu “verificar” se o conteúdo compartilhado é verídico. A assessoria da Polícia Civil nos retornou garantindo que não há boletim de ocorrência registrado sobre o fato noticiado na gravação.

A Polícia Militar do Estado, por meio de sua assessoria de comunicação, também foi contatada, e, assim como a Civil, afirmou não ter certeza, ainda, sobre a veracidade da mensagem gravada.

A COAR apurou e encontrou a mesma mensagem sendo compartilhada em várias cidades do país. Nossa equipe também checou e não encontrou informações sobre qualquer denúncia em relação a alguma cidade no Piauí.

Diante também da falsa informação, entramos em contato com o representante da Comunidade Católica Shalom, Felipe Diniz, que informou, primeiramente, que a entidade não solicita doações de porta em porta.

Além disso, Diniz ressalta que a Comunidade já buscou todos os meios competentes para averiguar quem reproduziu o áudio e, que a informação não procede nem aqui e em nenhuma das unidades da Shalom. “Caso alguém pergunte, por gentileza, essa mensagem. Nós, da Shalom, não fazemos esse tipo de pedidos em residências”, esclareceu.

Convém informar que a Shalom é reconhecida pela Igreja Católica, como parte da Associação Internacional Privada de Fiéis. Tratando-se do que, hoje, a Igreja chama de “Comunidades Novas”.

Escrito por: Wanderson Camêlo, Marta Alencar e Beatriz Mesquita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: