#FALSA

VERIFICAMOS: “Após live de Whindersson Nunes, o atual presidente rebate: ‘pelo menos não sou corno”

Indignado com o aumento do número de mortes causadas por Covid-19 no país, o humorista piauiense, Whindersson Nunes, que possui mais de 39 milhões de inscritos no YouTube, chegou a chamar o presidente da República, Jair Bolsonaro, de “satanás” e desejar a sua morte. Os comentários foram após o presidente ter dito que este “é o destino de todo mundo” se referindo às mortes no país durante a pandemia.

O humorista piauiense teceu o comentário diante do descaso do presidente

No dia 5 de junho, o humorista participou do Programa Conversa com Bial, na Globo, onde teceu um novo comentário contra as atitudes de Bolsonaro. O comentário inclusive se tornou um dos assuntos mais comentados entre os internautas.

“Que o Bolsonaro é um bosta, todo mundo já sabe. Eu não vou ficar repetindo que a água é molhada nem que o fogo queima, entendeu? Não vou ficar falando isso e quem quiser acreditar, que acredite, e quem não quiser, assiste aos meus vídeos e atura”.

Mas o assunto repercutiu tanto, que várias páginas no Instagram passaram a divulgar outro conteúdo, que seria supostamente uma resposta de Bolsonaro aos últimos comentários de Whindersson Nunes. A COAR fez um levantamento de 44 páginas somente no Instagram, que replicaram o conteúdo em 24h, além de perfis no Twitter e outras redes sociais que divulgaram o conteúdo sem verificá-lo. Segue abaixo:

Os perfis das páginas divulgaram um conteúdo do perfil “Globo das Notícia” no Twitter, que claramente faz satírica do G1 (Portal de Notícias da Globo). O perfil que conta com mais de 23 mil followers (seguidores) havia publicado no domingo (14), um texto onde mencionava que após a entrevista de Nunes ao programa do jornalista Pedro Bial, o presidente teria supostamente revidado a ofensa chamando o humorista de “corno”. No entanto, o texto era apenas uma brincadeira/paródia. Porém, muitas páginas creditaram como sendo verdadeira devido a imagem do logotipo do G1.

Diante da repercussão da paródia, o próprio humorista zombou da situação e comentou a seguinte mensagem no seu perfil no Twitter:

Memes, paródias e imitações publicadas com intuito de fazer humor, a COAR classifica como satírica quando percebe que há pessoas tomando-os por verdadeiros. Pois, as sátiras estão incluídas dentro do espectro de desinformação desenvolvido pela pesquisadora britânica Claire Wardle.

Escrito por: Marta Alencar e Maria Luísa Araújo

Referências da COAR:

  1. Twitter “Globo das Notícas”
  2. Perfil do Whidersson Nunes no Instagram
  3. Site G1
  4. Site UOL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: