#FALSA

Consumo de alimentos alcalinos ajuda o organismo a combater coronavírus?

A COAR recebeu uma imagem que relaciona a COVID-19 ao potencial hidrogeniônico (pH) do organismo humano. O conteúdo que está sendo repassado nas redes sociais mostra que o consumo de alimentos alcalinos, ou seja, com pH alto pode blindar a saúde e combater o novo coronavírus. Entretanto, a informação é falsa.

Apesar de não haver comprovações científicas, as informações destacam que o vírus não adere-se a organismos que possua o pH maior que 5,5. Para isso, a ilustração recomenda o consumo de frutas alcalinas apresentando uma tabela de alimentos como o limão, abacate, laranja, manga, alho, tangerina e abacaxi.

A mensagem sugere que a informação seja compartilhada.

A COAR entrevistou o médico infectologista Kelson Veras. Ele esclarece que a entrada do Sars-CoV-2 ocorre na mucosa do trato respiratório e não pelo estômago. O clínico geral também destaca que o pH do sistema respiratório é imutável.

“O pH do trato respiratório é mantido entre 7,35 a 7,45 por uma série de mecanismos reguladores inatos ao nosso organismo. O que comemos não altera o pH de nossas células. Por outro lado, a ingestão de alimentos em quantidade normal também é incapaz de manter uma alteração do pH gástrico por todo o dia. Ademais, mesmo que fosse possível, não seria saudável, pois o pH do estômago é mantido em um nível ideal para permitir a digestão das proteínas, substâncias fundamentais para a manutenção de nossos músculos e da resposta imunológica”.

Além disso, o site do Ministério da Saúde também explica que alimentos alcalinos não evitam a COVID-19 e que até o momento, não há medicamento, substância, vitamina, alimento específico ou vacina que possa prevenir a infecção pelo novo coronavírus. Para a devida prevenção é necessário basicamente:

–  Lavar as mãos frequentemente, com água e sabão;

– Higienizar as mãos com álcool em gel 70%;

– Cobrir o nariz e boca com lenço ou braço quando tossir ou espirrar;

– Evitar contato próximo com pessoas que possuam sintomas parecidos com os da gripe;

 – Permanecer em casa;

– Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Não compartilhar objetos pessoais (como talheres, toalhas, pratos e copos);

– Manter os ambientes ventilados.

Assim como o Ministério da Saúde analisa as Fake News em seu site, a COAR verifica informações duvidosas através do WhatsApp (86) 99517-9773 ou pelo Instagram (@coarnoticias). Qualquer dúvida entre em contato com nossa equipe.

Escrito Por: Maria Luísa Araújo

Edição: Daniel Silva

Referências da COAR:

  1. Site do Ministério da Saúde

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: