#FALSA

Usuários que enviam mensagens com “Bom dia!” são alvos de hackers chineses?

Leitores da COAR enviaram um texto alarmista que vem circulando no WhatsApp sobre ataques cibernéticos no Brasil. O título “Brasil sofreu 15 bilhões de ataques cibernéticos em apenas 3 meses” consta uma informação verdadeira da empresa multinacional de segurança de informações na internet, Fortinet, embora de 2019, ou seja, fora de contexto. Em 2020, um estudo recente publicado pela empresa registrou mais de 9,7 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos na América Latina, sendo 1,6 bilhão de ataques somente no Brasil.

Em 2017, os sites Boatos e E-farsas investigaram boatos semelhantes ao observado neste texto em questão. Outro ponto investigado pela COAR no conteúdo atual é onde cita “China of Shangai International News” como uma fonte oficial, que inclusive não existe, o que demonstra que o texto possui informações falsas e equivocadas.

No texto verificado pela COAR consta também a informação de que “hackers da China” ocultam códigos de phishing (um termo relativamente novo utilizado para descrever fraudes de roubos de dados pessoais e financeiros das vítimas) em gifs e mensagens de “Bom dia! Boa tarde! Boa noite!”, o que não é verdade.

A segunda parte do texto é totalmente falsa, enquanto a primeira parte é fora de contexto.

A COAR entrevistou o engenheiro de software, Lucas Aquiles, que garantiu que não é possível executar conteúdo malicioso por meio de gifs ou imagens no WhatsApp. O engenheiro ressalta que o trecho abordado no conteúdo (acima) que fala sobre gifs e imagens propensos a crimes cibernéticos por hackers chineses é falso.

“Existe sim a técnica de phishing para roubar dados do usuário, que consiste em dar algum tipo de isca pro usuário clicar e capturar alguma informação sensível. Mas a maioria dos sistemas de email ou de mensagens tem mecanismos para higienizar, ou seja, impedir que nada externo furte alguma informação do usuário”.

O engenheiro de software acrescenta uma dica para quem tem receios de cair em golpes na internet: “O cuidado básico para evitar cair em golpes cibernéticos é que a pessoa ao fazer downloads de aplicativos de mensagens busque aqueles que são oficiais (fontes confiáveis) e não de uma fonte pirata. Um aplicativo que seja intacto e que ninguém tenha feito qualquer tipo de modificação ou customização, onde poderia aí ter algum tipo de esquema perigoso para o usuário”.

O site indiano The Logical Indian fez uma checagem semelhante sobre o assunto. Em uma matéria verificada a respeito, os fact-checkers indianos explicam que URLs de malware ou phishing podem ser anexados a uma imagem de maneira oculta, mas tais URLs podem não estar necessariamente restritos apenas a mensagens de bom dia e boa noite.

A COAR alerta que, geralmente, textos maliciosos utilizam informações verdadeiras, mas fora de contexto no início (primeiros parágrafos) e em seguida distorce os dados e acrescenta informações falsas e sem fundamentação no restante do texto.

Escrito por: Marta Alencar

Referências da COAR:

Fortinet

The Logical Indian

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: