COAMOS

COAMOS: 48 pessoas morreram em Singapura após participarem de testes com vacina chinesa?

Um leitor da COAR enviou conteúdo que vem sendo divulgado nas redes sociais sobre uma suposta notícia de que 48 pessoas morreram após teste da vacina chinesa contra Covid-19.

Informação falsa

O primeiro ponto é que o título em espanhol da matéria está errado assim como o link na imagem. O título correto é “Ya son 48 muertos relacionados con la vacuna de la gripe y empiezan a paralizarse algunas de ellas en Asia” (tradução: Já são 48 mortes relacionadas à vacina contra gripe e algumas delas começam a ficar paralisadas na Ásia”. O link citado é incorreto, o site é chamado 20 minutos e é da Espanha.

Site destaca mortes por vacina contra gripe e não por Covid-19. A matéria também cita que as vacinas não são chinesas.

Na matéria publicada no site espanhol informa que as autoridades de Singapura anunciaram no dia 26 de outubro, a interrupção do uso de duas de suas  vacinas contra a gripe sazonal, depois que a Coréia do Sul relatou pelo menos 48 mortes. Mas a vacina mencionada na imagem falsa não tem qualquer relação com a de Covid-19. Além disso, as autoridades sul-coreanas ressaltaram que o assunto não tem vínculo com o programa de vacinação estatal.

A COAR informa ainda que não existem registros oficiais de que qualquer vacina chinesa contra Covid-19 sendo testada em Singapura. Além disso, as vacinas contra gripe na região não são chinesas. No site Reuters, há a informação de que as vacinas contra gripe de Cingapura chamada SKYCellflu Quadrivalent é fabricada pela SK Bioscience da Coreia do Sul e distribuída localmente pela AJ Biologics, enquanto a vacina VaxigripTetra é fabricada pela Sanofi (empresa farmacêutica de Gentilly, França).

O perfil verificado que publica tal afirmação no Twitter segue perfis de políticos da direita e contas bots (robôs). A COAR acrescenta que inúmeros boatos contra a vacina chinesa são proliferados na internet desde o início dos testes.

Caso você receba mensagens com informações duvidosas, questione e não compartilhe. Entre em contato conosco por meio do WhatsApp: (86) 99517-9773 ou pelo Instagram @coarnoticias.

Escrito por: Marta Alencar

Referências da COAR:

Reuters

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: