COAMOS

Candidata a vereadora troca voto por sexo no Maranhão? Vários veículos do Norte e do Nordeste publicaram o conteúdo sem verificação

A COAR encontrou centenas de portais, TVs e rádios das regiões Norte e Nordeste do Brasil, inclusive de Minas Gerais, divulgando a seguinte matéria: Candidata troca voto por sexo com mais de 250 pessoas. Além dos veículos houve a divulgação de inúmeros perfis e páginas que publicaram o conteúdo sem verificação dos fatos. O Portal Meio Norte chegou a desmentir a informação, embora tenha publicado a matéria falsa três horas antes (o Portal já retirou do ar). No entanto não informou de onde a imagem se referia e se a personagem (na foto) de fato existe. A COAR apurou e conseguiu tais informações. A COAR reforça que é falsa a notícia de que uma candidata a vereadora foi presa por vender votos por sexo. Além disso, a COAR ressalta que é comum que uma mesma história ganhe versões diferentes. Confira abaixo os detalhes de nossa verificação:

O portal publicou uma falsa informação

O primeiro ponto que a COAR checou é nos detalhes da imagem. Atrás da suspeita presa há a logo da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul e não da Polícia Civil do Maranhão.

Segundo ponto é falsa a informação de imagem do ato de sexo juntamente com a imagem da suspeita presa, pois não se refere a mesma pessoa conforme publicado erroneamente pelo site Capital AM, de Manaus (AM). Vários portais de notícias publicaram a informação do Portal Capital AM sem verificação. Outro veículo que publicou e informou que coletou de outro portal foi o Jornal Folha do Sul Online, de Rondônia. O Portal Sete Lagoas (Minas Gerais) informou que a publicação vinha da Redação do AZB (não encontramos tal site supostamente jornalístico).

Terceira observação da COAR é que a imagem da suspeita em questão já foi publicada em uma matéria do Portal Zero Hora (também conhecido por ZH, maior jornal do Rio Grande do Sul, que editado em Porto Alegre), em 25 de janeiro de 2019. A suspeita de tráfico de drogas foi presa pela Polícia Civil e identificada como Amanda Frantz. Apesar da página Paralelo 30 Noticias Policiais ter publicado a notícia da prisão no dia 24 de janeiro de 2019. A COAR entrou em contato com o Departamento de Investigações sobre Narcóticos (DENARC) da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul para confirmar a informação, mas a direção não autorizou a confirmação dos dados da suspeita citada. “Em razão da nova Lei de Abuso de Autoridade, a Polícia Civil adotou como política a não divulgação da identidade de vítimas ou suspeitos” – informou a nota da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul por email.

A página Paralelo 30 Noticias Policiais publicou a notícia no dia 24 de janeiro de 2019 da prisão da suspeita de tráfico de drogas

No entanto, a mesma imagem foi divulgada nos meses de setembro e outubro por vários perfis e páginas como se a mulher (citada) tivesse sido presa por supostamente ter estuprado homens, o que não é verídico. As publicações foram feitas sem identificação de qualquer fonte ou local, sendo errôneos e desinformativos. A postagem de setembro de 2019 da página Porto Velho Noticias (Porto Velho, Rio Grande do Sul) teve quase dois milhões e meio de curtidas. A imagem foi usada novamente em 2019 com uma informação falsa e compartilhada quase seis mil vezes.

A postagem de setembro de 2019 da página Porto Velho Noticias (Porto Velho, Rio Grande do Sul) teve quase dois milhões e meio de usuários interagindo.

A COAR conseguiu identificar a mesma imagem no Facebook divulgada por inúmeras páginas e perfis de usuários com informações errôneas sobre o crime de fato cometido pela pessoa suspeita em questão.

Vários perfis publicaram o conteúdo, inclusive páginas policiais

Atualização da checagem – Após quase uma semana da checagem da COAR, o programa Alerta Nacional da RedeTV no dia 9 de novembro divulgou a mesma informação acreditando que era verdadeira, mas não procede. A COAR volta a repetir que é falsa a notícia de uma candidata a vereadora troca voto por sexo no Maranhão. O vídeo divulgado no canal do apresentador Sikera Júnior teve até o momento mais de 30 mil visualizações com a repercussão da notícia falsa.

Imagem e informações falsas são divulgadas em páginas do Facebook mesmo após a checagem da COAR. A imagem conta com a logo da 24ª Brigada Militar do RIo Grande do Sul. Confira a logo.

Confira o vídeo da nossa verificação:

Caso você receba mensagens com informações duvidosas, questione e não compartilhe. Entre em contato conosco por meio do WhatsApp: (86) 99517-9773 ou pelo Instagram @coarnoticias.

Escrito por: Marta Alencar

Referências da COAR:

Polícia Civil do Rio Grande do Sul

Zero Hora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: