Mensagem sensacionalista questiona segurança das urnas eletrônicas e uso de pendrive

A COAR checou uma publicação, de uma página no Facebook chamada Lula Molusco, que critica sem fundamentos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A postagem acompanha uma imagem do general Héber Garcia Portella, comandante de Defesa Cibernética do Exército Brasileiro (ComDCiber). O conteúdo viralizou nas redes sociais, com semelhanças, mas também com pequenos detalhes diferentes em outros posts. Todavia, o teor era o mesmo e atacava diretamente o TSE.

O texto dizia o seguinte: “porque o novo modelo da urna eletrônica, fabricado em 2020, tem uma porta de acesso para pen drive?” Pergunta supostamente o general no post. O perfil responsável pela publicação acusa, sem próprias provas, que o “TSE caiu na própria arapuca!”.

Acusações falsas e infundadas

O conteúdo analisado pela COAR é FALSO e repleto de informações sensacionalistas e sem provas.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) divulgou em fevereiro deste ano, as respostas aos questionamentos feitos pelas Forças Armadas sobre o sistema eletrônico de votação. As indagações, oito, foram feitas em janeiro. Foi perguntado, por exemplo, por que a Corte incluiu uma porta USB na urna modelo 2020, já que a medida poderia reduzir a segurança do equipamento.

Modelo de urna eletrônica que vai valer para as eleições de 2022 (Foto: divulgação)

E o novo modelo de urna eletrônica, foi lançado em 2020? Não, o TSE fez algumas alterações, como a inserção de porta USB para pendrivers, nas máquinas que foram usadas no último pleito municipal; as que serão usadas nas próximas eleições vão contar com novas modificações, ou seja, um novo modelo será usado, não exatamente o de dois anos atrás.

“Lançada pelo TSE em dezembro do ano passado, a nova urna eletrônica teve o design repaginado, com teclado reposicionado em relação à tela de LED e o terminal do mesário com tela sensível ao toque. A acessibilidade para pessoas com deficiência visual ou auditiva também foi ampliada. Houve melhoria na sintetização da voz, que passou também a falar os nomes de suplentes e vices. Além disso, foi incluída a apresentação de um intérprete de Libras na tela da urna, para indicar os cargos em votação”, destacou a Corte eleitoral em seu site.

FALSO: “TSE caiu na própria arapuca!”

Em 2020, quando o TSE inseriu nas novas máquinas de computação de voto, uma porta para a colocação de pen drivers, essa mudança não comprometeu as eleições de 2020 (quando a mudança, reforçando, foi feita). Além disso, nunca houve comprovação de fraude nesse pleito eleitoral e nem em eleições anteriores.

Também em maio, mesmo mês em que a postagem checada foi ao ar, outros perfis no Facebook deram repercussão ao conteúdo.

A COAR ressalta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo contato ou nosso e-mail coarnews@gmail.com ou mesmo pelo Instagram (@coarnoticias).

Fonte: TSE

Matéria escrita por Wanderson Camêlo

Revisão: Marta Alencar

Um comentário em “Mensagem sensacionalista questiona segurança das urnas eletrônicas e uso de pendrive

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s