Bancos perderam R$ 1,5 bilhão em 2021 por causa do PIX? Sistema foi idealizado por Bolsonaro?

Por Marta Alencar

Onde o conteúdo foi divulgado: Twitter

Um conteúdo comparativo em páginas e perfis da direita, utiliza a imagem do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PL) com o intuito de manipular a opinião pública. Na imagem comparativa consta o seguinte texto referente ao Lula: Na Era Lula, bancos tiveram lucro de R$ 199 bilhões. E no texto referente a Jair Bolsonaro consta a seguinte legenda: Pix faz grandes bancos perderem mais de R$ 1,5 bilhões em 2021.

O conteúdo é caracterizado como impreciso pela COAR, pois tenta manipular a opinião pública ao sinalizar indiretamente que o Pix foi idealizado por Bolsonaro, o que não é verdade. Em reportagem sobre o assunto, Uol revelou a partir de documentos analisados, que o BC (Banco Central) iniciou o processo de criação da plataforma em 2018, quando o órgão era chefiado pelo economista Ilan Goldfajn, durante o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB).

Mas é verídico que houve uma queda nas receitas dos grandes bancos brasileiros. Conforme matéria publicada no Estadão, após o advento do Pix, o meio de pagamento instantâneo capitaneado pelo Banco Central (BC), significou aos bancos “perdas” de receitas com tarifas com contas correntes na ordem de R$ 1,5 bilhão, a partir de cálculos baseados nos balanços dos quatro maiores bancos do País: Itaú UnibancoBradescoBanco do Brasil e Santander. Apesar de perdas em tarifas, os mesmos bancos apresentaram um lucro consolidado de R$ 81,6 bilhões, segundo dados da Economatica – o maior número nominal desde 2006, ou seja, o maior em quinze anos. A “perda” com o Pix representou, assim, menos de 2% do lucro de 2021.

Um post publicado em 26 de julho, pelo ministro Ciro Nogueira, da Casa Civil, chegou a afirmar que os bancos perderam R$ 40 bilhões com o Pix, o que não corresponde à realidade.

No entanto é falso afirmar que os bancos perderam lucros com o Pix. Na verdade, abriu novas possibilidades de negócios e ganhos para os bancos, como a oferta de crédito para transações via Pix.

De acordo com Economatica, que calculou a rentabilidade sobre patrimônio (ROE) entre bancos com ativos acima de US$ 100 bilhões, apesar dos bancos brasileiros perderem a liderança de maior rentabilidade entre bancos com ativos acima de US$ 100 bilhões, todavia continuam figurando entre os 10 melhores. Santander Brasil tem o melhor ROE entre os grandes bancos brasileiros pelo 4º ano consecutivo.

Outro ponto do conteúdo comparativo analisado pela COAR é que sim, é verdade, que na era Lula, o lucro líquido de uma amostra de nove bancos (entre eles, Banco do Brasil, Itaú e Bradesco) somou R$ 174,075 bilhões entre 2003 e 2010, em valores nominais. Corrigida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), essa cifra pula para R$ 199,455 bilhões. Os números foram compilados pela consultoria Economatica, que usou na sua amostra as instituições que já divulgaram os resultados fechados de 2010.

Referências da COAR:

Economatica

Estadão

Uol

A COAR ressalta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo WhatsAppTelegram ou pelo nosso e-mail coarnews@gmail.com ou mesmo pelo Instagram (@coarnoticias).

Um comentário em “Bancos perderam R$ 1,5 bilhão em 2021 por causa do PIX? Sistema foi idealizado por Bolsonaro?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s