Argentina oficializou linguagem neutra?

Por Wanderson Câmelo

Conteúdo verificado: Vídeo que circula na internet destaca que a Argentina oficializou o uso da linguagem neutra.

Onde foi publicado: Instagram

Conclusão: falso

O vídeo checado pela nossa reportagem foi publicado no dia 07 deste mês no perfil, de nome “sugarfree_brasil”. Na gravação um homem, que não teve o nome divulgado, interpreta um jornalista dando a notícia de que a Argentina tornou oficial o uso da chamada linguagem neutra.

Com um microfone em punho e tendo como fundo ilustrativo uma imagem da Casa Rosada, sede da Presidência da Argentina, o suposto repórter diz (em tom de ironia) o seguinte no trecho inicial de sua fala: “A Argentina acaba de oficializar o uso da linguagem neutra no país, uma grande conquista para o povo argentino […]”.

O tema “linguagem neutra na Argentina” ganhou grande repercussão nacional, na mídia e na internet, após uma postagem feita pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), no Twitter. No dia 02 deste mês, o mandatário publicou o seguinte texto: “- Lamento a oficialização do uso da ‘linguagem neutra’ pela Argentina. No que isso ajuda o seu povo? A única mudança provocada é que agora há ‘desabastecimente’, ‘pobreze’ e desempregue’. Que Deus proteja os nossos irmãos argentinos e os ajude a sair dessa situação”.

Não demorou muito para a imprensa nacional se manifestar. O Jornal Folha de São Paulo, por exemplo, procurou a Embaixada da Argentina no Brasil para tratar do assunto. Segundo o órgão, o que aconteceu na verdade foi a publicação de uma resolução do Ministério de Obras Públicas que “promove o uso da linguagem e da comunicação não sexista e inclusiva como formas expressivas válidas nas produções, documentos, registros e atos administrativos de todos os âmbitos desse ministério”.

A iniciativa, acrescentou a embaixada, está limitada à pasta, ou seja, não torna a chamada linguagem neutra oficial na Argentina. A Folha tratou do assunto em matéria que foi ao ar no dia 03 deste mês. O jornal ainda frisou, diga-se de passagem, que a  Prefeitura de Buenos Aires proibiu os professores de usarem palavras de gênero neutro durante as aulas e nas comunicações com os pais nas escolas do Município.

Alcance da publicação: A publicação onde o vídeo checado consta já recebeu 6.530 curtidas e 345 comentários. A mesma afirmação feita na gravação foi dissipada por inúmeros perfis no Facebook, Twitter e YouTube, como é possível constatar usando o texto “Argentina oficializou o uso da linguagem neutra” no campo de pesquisa das respetivas redes sociais.

O que é a linguagem neutra: Como explica o site Migalhas, “a linguagem neutra, também conhecida como linguagem não-binária, tem como objetivo evitar o uso dos gêneros tradicionalmente aceitos pela sociedade (masculino e feminino), de modo a tornar a comunicação mais inclusiva e menos sexista. Nesse tipo de linguagem, substitui-se os artigos feminino e masculino por um ‘x’, ‘e’ ou ‘@’. A palavra ‘todos’ ou ‘todas’, por exemplo, na linguagem neutra ficaria ‘todes’, ‘todxs’ ou ‘tod@s’”.

A COAR ressalta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo WhatsAppTelegram ou pelo nosso e-mail coarnews@gmail.com ou mesmo pelo Instagram (@coarnoticias).

Um comentário em “Argentina oficializou linguagem neutra?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s