Atualmente, pelo menos 290 projetos de verificação de fatos em 83 países estão ativas no mundo. No Piauí, a COAR surge para combater às desinformações na internet.

A escolha do nome COAR remete ao processo de produção do café, que se assemelha a um ritual, que envolve desde a escolha do grão de café, do filtro e, finalmente, a degustação. Portanto, a decisão de cada ingrediente influencia diretamente no sabor do café. Para um preparo perfeito, a equação envolve a escolha de um café de qualidade e da moagem correta, além de alguns cuidados. A qualidade e a temperatura da água, o tempo em que passa pelo pó e outras dicas simples.

Assim como a decisão de cada ingrediente e o melhor filtro para preparar o café, a notícia passa por um processo semelhante de seleção, investigação, análise e interpretação. Os idealizadores da COAR compreendem a importância de cada etapa para a confecção de notícias e por isso criaram um nome que remete aos dois maiores prazeres do jornalismo: o café e a apuração.

A COAR é uma iniciativa, genuinamente piauiense, apartidária e imparcial, que preza pela transparência das fontes, do financiamento e da organização, com uma política de correções aberta e honesta.

Estamos começando devagarinho, mas saibam que o nosso trabalho é fruto de muitas pesquisas e estudos sobre fact-checking. Esperamos corroborar para que o jornalismo no Piauí trabalhe com mais liberdade na luta pela democracia.

Vamos juntos combater às desinformações?

%d blogueiros gostam disto: