ELEIÇÕES: VERIFICAMOS tabela que destaca divisão dos recursos do Fundo Eleitoral para partidos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou a tabela com a divisão dos recursos do Fundo Eleitoral para 2020, orçado em R$ 2.034.954.823,96. A relação contém o valor atualizado das 33 agremiações hoje existentes e dos recursos disponíveis para as eleições municipais que se avizinham.

Os convidados poderão acompanhar o evento no plenário e em dois auditórios do TSE. Fachada do TSE
O prédio do TSE em Brasília (Foto: reprodução/Agência Brasil)

A planilha mostra o PT no topo do “ranking”. A sigla terá à disposição R$ 201.297.516,62; o PSL vem logo atrás: R$ 199.442.419,81. Os dados foram publicados no dia 17 do último mês de junho no site da Corte eleitoral e destoam dos apresentados em uma relação que circula em grupos de WhatsApp.

A mensagem é visivelmente um ataque à deputada Joice Hasselmann (PSL), ex-colega de partido do atual presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Hoje os dois são inimigos declarados. O autor, não identificado, se refere à deputada pela alcunha de Peppa (nome de uma porca protagonista do desenho infantil Peppa Pig), apelido pejorativo usado por alguns opositores para atacar a parlamentar.

“A peppa está so pelo dindin do fundo eleitoral ja que o fundo partidário ja está garantido [sic]”, consta no início do texto, antes da apresentação da relação contento o valor que cada legenda receberia do Fundo Partidário em 2020.

A mensagem vem sendo compartilhada em grupos de WhatsApp (Foto: reprodução)

Depois da análise foi possível confirmar que o valor-geral (R$ 2.034.954.823,96) apresentado na informação está correto, e que o dinheiro realmente já está garantido. Os montantes que terão direito PMN, DC, PCB, PCO, PMB, PRTB, PSTU e UP também batem com os da tabela do TSE, já os demais não estão de acordo com a nova planilha.

Com um recálculo feito pela Corte eleitoral, o PSL, por exemplo, passou a receber R$ 5,7 milhões a mais do Fundo Eleitoral em comparação com a última eleição. Somando o acréscimo ao valor que consta na tabela divulgada em redes sociais – R$ 193.680.822,47, a agremiação seria contemplada com R$ 199.380.822,42, valor menor do que o que consta no sistema do Tribunal Superior Eleitoral.

Ainda é apontado no texto que o Partido Novo abriu mão do fundo que receberia: verdade. A Coar checou, também no site do TSE que, além do Novo, o PRTB preferiu não receber o dinheiro que teria direito.

“Dois partidos comunicaram à Justiça Eleitoral a sua decisão de abrir mão dos recursos do FEFC para financiar as campanhas políticas de seus candidatos a prefeito e vereador: o partido Novo e o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) ”, informa o TSE.

A mensagem divulgada nas redes sociais, portanto, apresenta um conteúdo impreciso.

Caso você receba mensagens com informações duvidosas, questione e não compartilhe. Entre em contato conosco por meio do WhatsApp: (86) 99517-9773 ou pelo Instagram @coarnoticias.

Escrito por: Wanderson Camêlo

Edição: Marta Alencar

Referências da Coar:

Tribunal Superior Eleitoral

VERIFICAMOS: PT, PSOL e PCdoB votaram contra aumento da pena para políticos que roubam na pandemia?

“Foi aprovado na Câmara dos Deputados o PL 1485 que dobra pena para políticos que roubarem na Pandemia. PT, PSOL e PCdoB votaram contra. Alguma novidade? ”. Essa mensagem consta em uma arte gráfica, que circula em grupos de WhatsApp e faz referência especificamente ao projeto de Lei 1485/20, realmente aprovado pelo parlamento federal na terça-feira (1).

A imagem viralizou nas redes sociais


O texto da proposta trata sobre o aumento da pena de crimes de desvios de recurso públicos durante o período da calamidade pública causado pela Covid-19. Ou seja, a informação contida na mensagem compartilhada em redes sociais condiz com a verdade. No entanto, é imprecisa a parte que diz “PT, PSOL e PCdoB votaram contra”.

Nem todos que integram a frente de esquerda formada pelo PT, PSOL e PCdoB votaram contra aprovação do PL. Depois de apuração com base no que foi informado no portal Congresso em Foco (dedicado à cobertura dos fatos que acontecem no Congresso Nacional), foi possível constatar que, dos 53 petistas na Câmara Federal, dois votaram a favor (Erika Kokay, PT-DF, e Reginaldo Lopes, PT-MG) e um se absteve (Profª Rosa Neide, PT-MT).

O PSOL conta com uma bancada de 10 parlamentares e, no total, seis disseram não; os demais não votaram. PCdoB: todos os oito deputados da legenda preferiram rejeitar o projeto de lei 1485/20.Em números gerais, 487 deputados votaram na sessão da última terça-feira; destes, 421 se manifestaram a favor da aprovação do PL e 64, contra.

Caso você receba mensagens com informações duvidosas, questione e não compartilhe. Entre em contato conosco por meio do WhatsApp: (86) 99517-9773 ou pelo Instagram @coarnoticias.

Escrito por: Wanderson Camêlo

AMBEV está contratando 1.800 trabalhadores?

A COAR recebeu de alguns leitores, a mensagem da divulgação de 1.800 vagas da fabricante de bebidas AMBEV. A COAR ainda fez um levantamento e encontrou milhares de mensagens em grupos de WhatsApp, perfis pessoais no Facebook e Instagram, divulgando essa quantidade de vagas com links distintos e falsos.

A COAR entrou em contato com a assessoria da Ambev, que informou que todas as vagas são disponibilizadas apenas no site Gupy (startup criada em 2015 para centralizar o processo de seleção e recrutamento de empresas). O link verdadeiro é https://ambev.gupy.io/. Assim os links: vagas. ambev.com.br; vagas20.site/ambev/?emprego, entre outros são falsos. A COAR reforça: não clique em links duvidosos e não forneça nenhuma informação pessoal para desconhecidos.

Além disso, a COAR informa que a Ambev está lançando vagas para o seu programa de trainee 2021 em todo o Brasil nas áreas de negócios, tecnologia e supply. As inscrições podem ser feitas até dia 8 de setembro pelo site da Gupy.

A COAR ressalta que colocou a classificação dessa informação de imprecisa, porque a Ambev realmente está divulgando vagas, mas não por esses links falsos já citados. E enganosa, porque esses links falsos são criados por golpistas para solicitarem dados pessoais e bancários dos usuários. A COAR acrescenta que algumas vagas colocadas nesses anúncios e mensagens nas redes sociais não estão sendo divulgadas pela empresa.

Confira algumas das vagas disponíveis no site:

VagasLocais
Promotor(a) Auto Serviço Rota (São José dos Campos SP)São José Dos Campos-SPEfetivo
Promotor(a) Auto Serviço (Taubaté)Taubaté-SPEfetivo
Promotor(a) Auto Serviço Vaga para PCD (Teresina)Banco de talentos
Promotor(a) – Distrito FederalBanco de talentos
Promotor(a) – Espírito SantoCariacica-ESBanco de talentos
Promotor(a) – GoiásBanco de talentos
Promotor(a) – Mato GrossoBanco de talentos
Promotor(a) – Minas GeraisIpatinga-MGBanco de talentos
Promotor(a) – ParáMarituba-PABanco de talentos
Promotor(a) – ParaíbaBanco de talentos
Promotor(a) – Rio de JaneiroRio De Janeiro-RJBanco de talentos
Promotor(a) – RondôniaBanco de talentos
Promotor(a) – São Paulo (Estado)São Paulo-SPBanco de talentos
Promotor AS Rota – FortalezaFortaleza-CEBanco de talentos
Promotor AS Rota – Rio Grande do NorteBanco de talentos
Qualidade Assegurada – Técnico(a) Químico(a) (ZBS)Jacareí-SPEfetivo
Qualidade – Estagiário(a) Técnico(a) Químico(a) (Viamão)Viamão-RSEstágio
Representante de Negócios (CDD Caieiras)Caieiras-SPBanco de talentos
Representante de Negócios (Estado de São Paulo)Carapicuíba-SPBanco de talentos
Supervisor(a) de Contas (Feira de Santana)Feira De Santana-BAEfetivo
Supervisor(a) de Contas- Rio Grande do NorteBanco de talentos
Supervisor(a) de Negócios – Rio de JaneiroRio De Janeiro-RJBanco de talentos
Supervisor(a) de Vendas – MaranhãoSão Luís-MABanco de talentos
Supervisor(a) Vendas – BahiaVitória Da Conquista-BABanco de talentos
Supervisor(a) Vendas – PernambucoOlinda-PEBanco de talentos
Supervisor(a) Vendas – Rio Grande do NorteBanco de talentos
Supervisor de Vendas – São Paulo (Estado)Carapicuíba-SPBanco de talentos
Supply – Aprendiz (Curitibana)Almirante Tamandare-PRAprendiz
Supply – Aprendiz Curso de Assistente Administrativo -( Campo Grande – RJ)Rio De Janeiro-RJBanco de talentos
Supply – Aprendiz Gente e Gestão – Cervejaria AdriáticaPonta Grossa-PRAprendiz
Supply – Aprendiz (JUNDIAÍ-SP)Jundiaí-SPAprendiz
Supply – Aprendiz (JUNDIAÍ-SP)Jundiaí-SPAprendiz
Supply – Aprendiz Manutenção – Cervejaria AdriáticaPonta Grossa-PRAprendiz
Supply – Aprendiz Secador (UBERLANDIA)Uberlândia-MGAprendiz
Supply – Estagiário(a) Técnico(a) – ParanáBanco de talentos
Supply – Estagiário(a) Técnico(a) Processo (Cervejaria Equatorial)São Luís-MAEstágio
Supply – Operador(a) Fabril – ParanáBanco de talentos
Supply – Técnico(a) – ParanáBanco de talentos
Talento Regional | GEO MGBanco de talentos
Técnico(a) Administrativo(a) PAF – Vaga para PCD (Fabrica Latas Sete Lagoas)Sete Lagos-MGBanco de talentos
Técnico(a) Administrativo – GoiásBanco de talentos
Técnico(a) Administrativo (UNIDADE)Contagem-MGBanco de talentos
Técnico(a) de Automação Fabril – Sergipe.Estância-SEBanco de talentos
Técnico(a) de Automação/Instrumentação Fabril (Cervejaria Pernambuco)Itapissuma-PEBanco de talentos
Técnico(a) De Controle – Vaga para PCD (Fabrica Latas Sete Lagoas)Sete Lagos-MGBanco de talentos
Técnico(a) de Elétrica (Jundiaí-SP)Jundiaí-SPBanco de talentos
Técnico(a) de Informática CervejariaAgudosBanco de talentos
Técnico(a) de Informática CervejariaJacareíBanco de talentos
Técnico(a) de Informática JaguariúnaJaguariúna-SPEfetivo
Técnico(a) de Manutenção – Rio Grande do SulBanco de talentos
Técnico(a) de Manutenção- Santa CatarinaBanco de talentos
Técnico(a) Eletromecânico(a) (Jundiaí-SP)Jundiaí-SPBanco de talentos
Técnico(a) Eletromecânico(a) (JUNDIAÍ-SP)Jundiaí-SPEfetivo
Técnico(a) Eletromecânico(a) – SergipeEstância-SEBanco de talentos
Técnico(a) em Segurança do Trabalho – Rio de JaneiroRio De Janeiro-RJBanco de talentos
Técnico(a) Fabril – AmazonasBanco de talentos
Técnico(a) Fabril (Cervejaria Anápolis)Banco de talentos
Técnico(a) Fabril – Mato GrossoBanco de talentos
Técnico(a) Fabril – Minas GeraisBanco de talentos
Técnico(a) Fabril – São Paulo (Estado)Banco de talentos
Técnico(a) Mecânico(a) – Sergipe.Estância-SEBanco de talentos
Técnico(a) Operador(a) Fabril (Cervejaria Sete Lagoas)Sete Lagoas-MGEfetivo
Técnico(a) Operador(a) – Vaga para PCD ( Fabrica Latas Sete Lagoas)Sete Lagos-MGBanco de talentos
Técnico(a) Químico(a) (Curitibana)Almirante Tamandare-PREfetivo
Técnico(a) Químico(a) (TERESINA)Teresina-PIEfetivo
Técnico(a) Segurança Trabalho (CDD Sergipe)Nossa Senhora do Socorro-SEEfetivo
Técnico(a) Segurança Trabalho – Distrito FederalBanco de talentos
Técnico(a) Segurança Trabalho – Francisco BeltrãoFrancisco Beltrão-PRBanco de talentos
Técnico(a) Segurança Trabalho – GoiásBanco de talentos
Técnico(a) Segurança Trabalho I (CDD Olinda)Olinda-PEEfetivo
Técnico(a) Segurança Trabalho II (CDD Olinda)

Em caso de qualquer dúvida sobre uma informação ou conteúdo que recebeu, você pode entrar em contato com a nossa equipe pelo WhatsApp: (86) 99517-9773 ou pelo Instagram @coarnoticias.

Escrito por: Marta Alencar

Referências da COAR:

Ambev

Gupy

Teresina é uma das capitais com menor transparência orçamentária?

Recentemente, o vereador Dudu (PT-PI) compartilhou no Instagram uma denúncia feita ao Ministério Público Eleitoral contra a deputada estadual Lucy Soares (PP-PI) e o pré-candidato à prefeitura da capital piauiense Kléber Montezuma (PSDB-PI). O principal argumento utilizado pelo petista foi abuso de poder econômico de ambos e coação de servidor público para realizar campanhas através de conselhos escolares.

Em uma sessão plenária na Câmara Municipal de Teresina, no dia 22 de julho, o parlamentar declarou que os gastos da Prefeitura não são transparentes. O áudio do vereador acabou sendo compartilhado em vários grupos no WhatsApp. Na gravação, ele cita os rankings elaborados pela ONG Contas Abertas, que indicariam que o executivo teresinense vem perdendo credibilidade por conta da pouca transparência na prestação de contas envolvendo o uso do dinheiro público.

A COAR verificou que a Associação Contas Abertas, fundada em 2005, realiza rankings sobre a transparência orçamentaria de estados, capitais e municípios. No entanto, o último levantamento elaborado por ela é de 2014. Por isso, a declaração do vereador é imprecisa. Não há rankings recentes feitos pelo site Contas Abertas capazes de comprovar que a capital piauiense vem diminuindo sua credibilidade em informar os verdadeiros gastos efetivados.

A COAR entrou em contato com o fundador e secretário-geral da Contas Abertas, Gil Castello Branco, que fez o seguinte esclarecimento: “Este ranking é o mais recente. Desde 2014, a transparência avançou muito. Se a Contas Abertas for fazer um novo ranking haveriam diversos novos parâmetros para ser considerados”.

Em 2010, o índice de transparência destacou apenas os estados brasileiros. Na época o Piauí encontrava-se em último lugar

No ranking de 2012, o Piauí chegou a 24º posição.

No último índice de transparência realizado pela associação em 2014, Teresina encontra-se no 22º lugar da tabela

Outras iniciativas semelhantes foram elaboradas pela ONG Transparência Internacional e pela Plataforma Custo Piauí. O fundador desta última empresa, André Portela, opinou sobre o ocorrido:

“O vereador utilizou um ranking antigo para transparecer a realidade atual. No entanto, podemos confirmar que a transparência da prefeitura de Teresina, principalmente em relação aos gastos com a pandemia estão distantes do aceitável. Toda vez que é realizado uma compra ou despesa, a prefeitura deve esclarecer isso aos órgãos de controle que é o Tribunal de Contas do Estado (TCE – PI). Ficamos tristes em saber que a prefeitura se nega a obedecer a lei e prestar contas. O vereador Dudu fala que a prefeitura não tem transparência, eu entendo que é dever da Câmara Municipal fiscalizar a transparência, mas a própria Câmara no qual Dudu faz parte não presta contas com a sociedade piauiense. A Câmara Municipal de Teresina é uma “mini caixa preta”. A gente tem aproximadamente cinco ações na justiça juntamente com pedidos administrativos para ter acesso às contas da Câmara”.

André Portela também fala sobre a denúncia que a Custo Piauí realizou ao TCE–PI contra a omissão da prefeitura de Teresina em apresentar os contratos de despesas públicas para combater a Covid-19:

“O gestor tem 3 dias após a despesa para cumprir a obrigação de prestar contas no Sistema Contratos Web no Tribunal de Contas e a prefeitura não fez isso. Justamente por esse motivo que a Custo Piauí analisou que mais de 40 milhões de reais foram utilizados no combate à Covid-19, mas não foram registrados. Isso ocorreu em abril. Vimos que há despesas na compra de respiradores no valor de 8 milhões de reais. Entretanto, não sabemos a quantidade desses respiradores, onde foram comprados, para onde foram enviados, como serão utilizados e qual o valor por unidade para fazer a comparação com outros estados. Após isso, o TCE-PI notificou todas as prefeituras para prestar contas não só a da capital, mas as do interior que não estão cumprindo com a legislação vigente”.

Durante a pandemia do novo coronavírus, a ONG Transparência Internacional também publicou o ranking dos estados e capitais brasileiras que divulgam de forma mais transparente as informações sobre contratações emergenciais feitas em resposta à pandemia da Covid-19.

Neste ranking, o Piauí está em 24º lugar

A Ong considera critérios do Guia de Recomendações para Transparência de Contratações Emergenciais em Resposta à Covid-19, produzido pela entidade junto do Tribunal de Contas da União.

Caso você tenha dúvida sobre alguma informação, entre em contato conosco através do WhatsApp: (86) 99517-9773 ou pelo Instagram @coarnoticias.

Escrito por: Maria Luísa Araújo e Wanderson Camêlo

Edição: Marta Alencar

Referências:

Câmara Municipal de Teresina SESSÃO ORDINÁRIA Nº 43 e Nº 44 –

Contas Abertas- Ranking transparência 2010

 Contas Abertas- Ranking transparência 2012

Contas Abertas- Ranking transparência 2014

ONG Transparencia Internacional- Ranking de transparência em contratações emergenciais

 

VERIFICAMOS: Brasil não é o segundo maior país com maior número de curados devido protocolo da cloroquina

Desde maio, imagens e textos circulam na internet atribuindo a mudança do protocolo de cloroquina, utilizado pelo Ministério da Saúde, como a responsável pelo Brasil está em segundo lugar com maior número de curados de Covid-19 no mundo. A COAR checou essas informações e verificou que a interpretação atribuída a esses dados é IMPRECISA e explica o porquê.

Imagem circula em várias redes sociais

Vários portais de âmbito nacional divulgaram a informação acima atrelando a questão do uso do protocolo com cloroquina ao número elevado de curados no país: R7.com; ND Mais; Pleno.news; Sbnotícias; Top mídia news; Hcnotícias; Surgiu; Farol da Bahia e Portal do Generoso.

É verdade que o Brasil é o segundo país com maior número de recuperados da Covid-19 com 302.084 curados, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (8). O país perde na estatística, apenas para os Estados Unidos. Contudo o dado não é tão animador quanto aparenta. Apesar dos números empolgarem, a realidade é melhor demonstrada, observando o percentual de curados que cada país possui em relação ao Covid-19. A COAR elenca esses resultados e faz um comparativo com os países com maior número de casos no mundo.

Alemanha – 91,2% das pessoas que contraíram o Covid-19 foram curadas (169.549 curados)

Irã – 78,4% das pessoas que contraíram o Covid-19 foram curadas (136.360 curados)

Itália – 70,8% das pessoas que contraíram o Covid-19 foram curadas (166.584 curados)

Espanha – 62,2% das pessoas que contraíram o Covid-19 foram curadas (150.376 curados)

Índia – 48,5% das pessoas que contraíram o Covid-19 foram curadas (124.430 curados)

Rússia – 48,4% das pessoas que contraíram o Covid-19 foram curadas (230.688 curados)

Peru – 44,8% das pessoas que contraíram o Covid-19 foram curadas (89.556 curados)

Brasil – 43,5% das pessoas que contraíram o Covid-19 foram curadas (302.084 curados)

EUA – 26,5% das pessoas que contraíram o Covid-19 foram curadas (529.742 curados)

Reino Unido – Não divulga o número de recuperados.

Como é possível verificar, a lista apresenta que o Brasil, em números absolutos, consta com um bom percentual de pessoas curadas, porém é importante uma análise mais profunda sobre os dados de pessoas infectadas. Conforme dados apresentados, mais da metade dos pacientes que contraíram Covid-19 no país estão doentes ou morreram. Enquanto em países como a Alemanha, mais de 90% dos infectados já estão curados.

Milagre da Cloroquina?

A imagem analisada possui a frase “Após protocolo da Cloroquina, Brasil se torna o segundo país do mundo em curados da Covid-19”. Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, até o dia 19 de maio, 106.794* brasileiros haviam sido curados, embora com 271.628 casos confirmados. No dia seguinte, o país mudou o protocolo da cloroquina, onde autorizou o uso do remédio em pacientes nos primeiros estágios da doença. Os dados são estes:

  • Antes da Cloroquina: 271.628 casos confirmados e 106.794 curados (39,3%)*
  • Após o uso da Cloroquina: 694.116 casos confirmados e 302.084 curados (43,5%)

O percentual dos curados após a utilização da cloroquina realmente aumentou. No entanto, há então uma relação direta entre o uso da cloroquina e o número de curados? Para compreendermos melhor se essa relação é válida. Para maiores informações, a COAR consultou o infectologista Dr. Carlos Henrique Nery Costa, que explicou que os dois estudos mais recentes no mundo, apontaram que não havia nenhum efeito da cloroquina no tocante a melhorar a sobrevida e o bem estar dos pacientes quanto ao novo coronavírus.

Se não há uma relação direta, então por que após a mudança no protocolo mais pessoas foram curadas? O Dr. Carlos Henrique Nery Costa explica:

“Primeiro, o Brasil é um dos países que tem mais casos no mundo. Segundo é um dos países que mais usam (a cloroquina) no mundo, com patrocínio da presidência da república. É um país que ousou contrariar as recomendações médicas. Isso explica o porquê de ter tantas pessoas “curadas”, que foram tratadas com a cloroquina no país”, finaliza.

*Número atualizado de acordo com as revisões feitas pelo Ministério da Saúde.

Escrito por: Guilherme Cronemberger, Assislene Carvalho e Marta Alencar

Referências da Coar:

  1. R7
  2. ND Mais
  3. Pleno News
  4. SBT Notícia
  5. Top Mídia
  6. HC Notícia
  7. Surgiu
  8. Farol da Bahia
  9. Portal do Generoso
  10. Ministério da Saúde

VERIFICAMOS: Distribuição de Kits Covid-19 e aplicação de testes rápidos em Parnaíba

A COAR recebeu informações sobre a existência de um suposto kit para tratamento de Covid-19 fornecido pela Secretaria Municipal da Saúde de Parnaíba para pacientes diagnosticados com coronavírus. A mensagem é divulgada juntamente com uma imagem de medicamentos: azitromicina, ivermectina, dipirona e cloroquina. Além do logotipo de uma Secretaria Municipal de Saúde (não é possível identificá-lo em primeira instância), embora o conteúdo esteja sendo amplamente divulgado como sendo do município de Parnaíba.

A informação é IMPRECISA, pois o kit entregue em Parnaíba – segue o mesmo protocolo de Floriano. Inclusive nesta imagem consta alguns medicamentos que não são entregues aos pacientes que farão tratamento. O kit distribuído consta na verdade com hidroxicloroquina e azitromicina – para fazer o tratamento por sete dias em casa. Em entrevista para a COAR, a secretária municipal de saúde de Parnaíba, Rejane Moreira, confirmou que a imagem é falsa, pois não é referente ao kit que está sendo distribuído.

“O nosso protocolo é o mesmo de Floriano, que conta com orientação da médica Marina Bucar Barjud. Todo o nosso trabalho é de forma preventiva, sendo que os tratamentos são realizados em domicílio“, disse a secretária.

A imagem mostra o conteúdo do kit covid-19

O kit Covid-19 divulgado na imagem faz parte de uma iniciativa do município de Tucumã, localizado no Estado do Pará. A Prefeitura confirmou a distribuição do kit, que acontece depois de uma avaliação médica dos sintomas, em certas ocasiões dispensa a testagem positivada do paciente já que o teste rápido reconhece o vírus apenas após o oitavo dia de sintomas, um funcionário treinado da Secretaria Municipal de Tucumã é responsável pela entrega dos medicamentos.

Já em Altamira (PA), um método semelhante foi adotado. Desta vez os kits em questão contêm apenas três medicamentos: azitromicina, ivermectina, e hidroxicloroquina. Mas somente podem ser retirados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) mediante a comprovação do teste positivo para coronavírus, além de prescrição médica recomendada.

Em Parnaíba, os pacientes que não necessitam de internação, estão sendo acompanhados em casa por uma equipe multidisciplinar da Secretaria Municipal de Saúde. O atendimento contempla pacientes com síndrome gripal com possibilidade de Covid-19. As pessoas também podem ligar para um número telefônico disponibilizado pela Secretaria Municipal de Saúde e informar sobre possíveis sintomas de contaminação.

DETERMINAÇÃO DE MÃO SANTA?

Alguns sites locais informaram em títulos de matéria que testes rápidos de Covid-19 vêm sendo aplicados por determinação do próprio prefeito Mão Santa (MDB). No entanto, a informação é IMPRECISA. Na verdade, técnicos do Ministério da Saúde estão realizando testes rápidos em várias cidades do país e não por determinação de Mão Santa. Embora o prefeito tenha solicitado que agentes da Secretaria Municipal de Saúde dessem assistência aos técnicos.

Nota de esclarecimento

A COAR esclarece que houve a correção de uma etiqueta na classificação do conteúdo, anteriormente, considerado como falso. Pedimos desculpas pelo equívoco.

Escrito por: Ilriany Alves

Edição: Marta Alencar

IMPRECISA: Funcionários de empresa de segurança contaminados por Covid-19 em Teresina

Recebemos dois áudios – feitos por uma pessoa não identificada – supostamente um funcionário da empresa de segurança Prosegur, que denuncia que mais de 30 funcionários da empresa estariam contaminados com o novo coronavírus (Covid-19). Ainda segundo o denunciante, os funcionários teriam transmitido para colaboradores do supermercado Carvalho. Diante da denúncia, a COAR categoriza como #imprecisa e explica o porquê.

A Prosegur é uma empresa multinacional de segurança, que possui sede em Madrid. A empresa presta serviços para bancos, varejo, eventos e portos no Brasil. A conduta da empresa em relação ao novo coronavírus foi denunciada na última quinta-feira (23). Uma decisão liminar, proferida na cidade de Eunápoliss, no sul do Estado da Bahia, determinou o fechamento da filial localizada no município. A base da decisão considerou que a empresa de transporte de valores não tomou os cuidados necessários para proteger os funcionários da pandemia.

Segundo o Ministério Público do Trabalho da Bahia (MPT-BA), a empresa conta com cerca de cem empregados em Eunápolis, dos quais nove já foram contaminados pelo coronavírus, além de cinco familiares desses trabalhadores. Outros 17 empregados estão em condição de suspeita. Além disso o MPT-BA cobrou o fechamento da unidade e a adoção de medidas para proteger os demais empregados, tanto dessa unidade quanto das outras 117 existentes em todo o país, incluindo a de Teresina.

Na capital piauiense, a empresa presta serviços ao Grupo R Carvalho. Em contato com o Grupo R Carvalho, a assessoria negou que informação sobre os casos de coronavírus é inverídica e não há casos registrados de colaboradores contaminados em quaisquer um de seus estabelecimentos. A assessoria ainda informou em nota para a COAR, que não compactua com informações falsas com o intuito de causar pânico à sociedade. E que o grupo está tomando todas as medidas de combate ao Covid-19, orientadas pelo Ministério da Saúde.

A COAR também entrou em contato com o Grupo Vanguarda, que através de um comunicado informou que a denúncia não se trata de nenhuma das Unidades Carvalho Super e Carvalho Mercadão. O comunicado ainda ressalta as medidas de prevenção adotadas em todas as lojas desde o início da pandemia. O Grupo reiterou que não há nenhum caso de Covid-19 na equipe. Embora não tenha confirmado se tem contrato ou não com a empresa de segurança Prosegur.

Até o fechamento desta publicação, a empresa Prosegur não respondeu os questionamentos feitos por nossa equipe.

O outro lado

Desde 2019, os empresários Reginaldo Carvalho e Van Fernandes, decidiram após a separação, dividir as lojas que compunham o Grupo Carvalho em: Grupo R Carvalho (pertencente à Reginaldo Carvalho) e Grupo Vanguarda (Pertencente à Van Fernandes). Ambos pessoas jurídicas diferentes, independentes entre si.

Confira os áudios na íntegra:

Escrito por: Gabrielle Alcântara e Marta Alencar

VERIFICAMOS: Mensagem que circula em WhatsApp sobre fechamento da Equatorial Piauí

A empresa Equatorial Piauí está fechada temporariamente mesmo? Recebemos uma mensagem no nosso WhatsApp tratando desse ocorrido. A corrente, amplamente compartilhada é de que a empresa Equatorial Piauí estaria com atendimento suspenso devido a um assalto. A COAR verificou e a informação é imprecisa.

Mensagem imprecisa sobre assalto a Equatorial Piauí compartilhada no WhatsApp

O assalto ocorreu às 22h da terça-feira (7). Cerca de seis bandidos, usando farda parecida a da PM (Polícia Militar), renderam vigilantes e assaltaram o almoxarifado do Centro de Distribuição da Equatorial Piauí.

No entanto, a Distribuidora esclarece que foram roubados apenas equipamentos e coletes dos vigilantes, não houve subtração de nenhum material do estoque. Dessa forma, o trabalho da empresa não está comprometido.

A opção por evitar que os colaboradores da Distribuidora não entrem nas residências da população é devido as recomendações de proteção da saúde. Os serviços de atendimento da Equatorial foram suspensos nas agências e postos de atendimento presenciais, desde o dia 23 de março, por tempo indeterminado.

Logo, a informação não é totalmente verdadeira. Já que os atendimentos presenciais da empresa estão suspensos devido a pandemia do coronavírus. A recomendação é que os colaboradores mantenham distância pessoal dos consumidores.

Veja a nota de esclarecimento da Equatorial Energia Piauí:

Esclarecimento enviado pela assessoria da Equatorial Piauí

Escrito por: Gabrielle Alcântara

Edição: Marta Alencar

É FAKE OU NÃO É?: Conteúdo sobre medidas do Governo do Estado no combate à Covid-19

Por: Wanderson Camêlo e Marta Alencar

Se você recebeu em algum grupo de WhatsApp ou visualizou em uma rede social, o conteúdo (abaixo), que elenca ações não tomadas pelo governador Wellington Dias para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus, analise bem. Nem tudo que consta no conteúdo é verídico e a COAR prova.

Informação compartilhada em vários grupos de WhatsApp

A partir da análise da mensagem, a primeira afirmação é totalmente falsa. No início deste mês, o governador Wellington Dias anunciou a prorrogação, sim, do pagamento do IPVA, com desconto de 5% (referente ao mês de março), até o próximo dia 30 de junho.

A medida foi efetivada por meio de portaria editada pela Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) e publicada no Diário Oficial do Estado. “Quem tiver condições, pague agora, mas quem não tiver pode pagar em até três meses”, declarou Dias no site institucional do governo.

Em seguida, é importante esclarecer que não houve, realmente, por parte do executivo estadual, a redução do ICMS incidente sobre contas de luz, água, combustíveis, indústria, comércio e telefonia/internet. Em contrapartida, o governo teve aprovado pela Assembleia Legislativa (no último dia 23), um decreto de calamidade e a redução de encargos para produtos de prevenção à transmissão do novo coronavírus, como álcool em gel e máscaras.

Essa redução é referente à alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), de 18% para 12%, em produtos de prevenção à transmissão do novo coronavírus, como álcool em gel, álcool 70%, luvas, máscaras e hipoclorito de sódio.

Com o objetivo de aliviar o orçamento de famílias mais carentes durante o período de isolamento social, o governo piauiense ainda sancionou projeto de lei do deputado Henrique Pires (PMDB) que proíbe cortes de energia e água por 60 dias. Embora o prazo possa vir a ser prorrogado enquanto perdurar a pandemia. Inclusive a emenda do deputado prevê que os serviços já cortados devam ser religados, o não cumprimento por parte das concessionárias pode gerar uma multa no valor de R$ 5 mil por dia. Vale lembrar que a pauta passou por votação no dia 30 de março.

Informações imprecisas de que antes de morrer, o cantor Paulynho Paixão foi encaminhado ao HUT

Por: Leonardo Lima e Marta Alencar

Já saiu em vários portais locais e nacionais sobre a morte do cantor piauiense Paulynho Paixão, de 43 anos, na manhã de hoje (03). Apesar da confirmação da morte do artista, alguns portais da capital e um outro do Espírito Santo noticiaram que o mesmo havia sido atendido pelo Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Verificamos com a assessoria do hospital que desmentiu a informação.

Foto: Arquivo pessoal/ Instagram

O cantor se envolveu em um duplo acidente. O primeiro aconteceu na noite de ontem (02) em seu carro por volta das 22h na BR-316 próximo ao município de Passagem Franca do Piauí, quando o mesmo se dirigia a Teresina para encontrar a esposa, Tayanne Costa. Contudo, o cantor teve ferimentos leves, foi encaminhado para o hospital da cidade e liberado em seguida.

Retornando para casa, Paulynho Paixão resolveu seguir o trajeto com destino à capital de moto, quando ocorreu o segundo acidente mais grave, onde fraturou as pernas. Em seguida, foi encaminhado ao hospital de Valença, mas morreu por volta de 3h da manhã. O velório acontecerá em São Miguel da Baixa Grande, cidade natal do cantor.