Lázaro Barbosa escapou da Polícia em direção ao Piauí?

Mais um conteúdo impostor e com tom satírico é divulgado nas redes sociais e em grupos de WhatsApp sobre a fuga de Lázaro Barbosa de Sousa, suspeito de uma série de crimes no Distrito Federal e em Goiás. O criminoso é citado em vários memes na internet, no entanto, alguns levam desinformação também ao distorcerem conteúdos com a logo e com links falsos de sites jornalísticos.

Dessa vez o Portal G1 (O portal de notícias da Globo) foi alvo dessa desinformação. Onde um link falso informava que Lázaro estava vindo em direção ao Piauí. Ao clicar no link, o usuário é direcionado a um meme com o humorista Tiririca:

A COAR alerta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo nosso WhatsApp (86) 99517-9773 ou pelo Instagram (@coarnoticias).

Escrito por: Marta Alencar

Lázaro é capturado por policiais?

É falso o vídeo que vem sendo divulgado em inúmeros grupos de WhatsApp de que Lázaro Barbosa de Sousa, suspeito de uma série de crimes no Distrito Federal e em Goiás foi encontrado por policiais. Ele está sendo foragido desde 2016 e tem extensa ficha criminal, segundo a polícia. Infelizmente o criminoso ainda não foi encontrado.

O vídeo verdadeiro é de janeiro deste ano e mostra o momento em que um homem não identificado foi preso por cometer furtos de fios elétricos em uma igreja localizado na avenida Camapuã, no bairro Cidade de Deus, na Zona Norte de Manaus. O suspeito se escondeu dentro de uma freezer para despistar a polícia conforme reportagem do site Imediato.

A COAR alerta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo nosso WhatsApp (86) 99517-9773 ou pelo Instagram (@coarnoticias).

Escrito por: Marta Alencar

Sátira: Imagem do criminoso Lázaro Barbosa de Sousa com Lula é divulgada em grupos de WhatsApp

É frequente encontrarmos na internet imagens que viralizam com conteúdos sátiros sobre políticos no país, incluindo o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, Lula, do Partido dos Trabalhadores (PT). A mais recente é do ex-presidente ao lado de Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, que vem realizando uma série de ataques em casa e chácaras e matou quatro pessoas de uma mesma família. Nas redes sociais, o suspeito é popularizado como ‘serial killer de Brasília’.

A imagem é questão (abaixo) é manipulada e não condiz com a verdade, não passando de sátira com tom de deboche sobre a real situação do criminoso.

Foto/Reprodução WhatsApp

A verdadeira imagem condiz com o ex-presidente Lula ao lado do ex-candidato a prefeito de São Paulo Guilherme Boulos (Psol).

Lula declara apoio a Boulos em São Paulo para 'restabelecer democracia no  Brasil' | Política: Diario de Pernambuco
Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação

A foto é de 2018 e feita durante uma convocação geral do PT em São Bernardo do Campo, após o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública,  Sergio Moro, determinar a prisão de Lula quando exercia o cargo de juiz. O ato, convocado pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, reuniu cerca de 5000 pessoas, de acordo com o sindicado, e várias figuras famosas da política brasileira, como a ex-presidente Dilma Rousseff e a presidente do PT Gleisi Hoffmann.

Luiz Marinho, Gleisi Hoffmann, Lula, Dilma e Boulos em São Bernardo. Foto: Reprodução/Brasil de Fato

A COAR alerta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo nosso WhatsApp (86) 99517-9773 ou pelo Instagram (@coarnoticias).

Escrito por: Marta Alencar

Governador Rui Costa foi flagrado aglomerando sem máscara em meio à pandemia da Covid-19?

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), foi flagrado dançando forró, sem máscara, em meio à pandemia da Covid-19? A informação que circula massivamente em grupos de WhatsApp e acompanha um vídeo em que aparece não só o gestor, como também os senadores Otto Alencar (PSD-BA) e Jaques Wagner (PT-BA) é falsa, pois o vídeo em questão é de 2018, antes da pandemia. O texto diz o seguinte: “A TURMA DO FIQUE EM CASA E DA CPI DA CLOROQUINA TODOS SEM MÁSCARAS NO FORRÓ NO FINAL DE SEMANA NA BAHIA”.

Foto: reprodução/WhatsApp

Na gravação Rui Costa está dançando com uma mulher, não identificada, ao som de uma banda de forró. Os demais presentes acompanham cantando.

O governador Rui Costa dançando forró em uma festa na Bahia (Foto: reprodução/YouTube)

Depois de checagem foi possível confirmar que o vídeo foi disponibilizado na internet (especificamente no YouTube) em 2018, portanto, bem antes da pandemia da Covid-19. Diante disso, é possível confirmar que a informação analisada é falsa.

A gravação não contém montagem. De acordo com uma das páginas onde o mesmo foi disponibilizado, as cenas foram registradas na cidade de Irecê-BA.

A COAR alerta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo nosso WhatsApp (86) 99517-9773 ou pelo Instagram (@coarnoticias).

Escrito por: Wanderson Camêlo

Prêmio Nobel de Medicina declarou que vacinados contra a Covid-19 irão morrer em dois anos?

Uma imagem compartilhada nas redes sociais afirma que o virologista francês e professor Luc Montagnier, que também é vencedor do Prêmio Nobel de Medicina de 2008 declarou que pessoas vacinadas contra o novo coronavírus irão morrer em dois anos. A COAR checou a imagem abaixo com texto:

Reprodução/WhatApp

O conteúdo checado pela COAR é falso. O primeiro ponto que a COAR observa é a forma como o texto está escrito, em tom alarmante, de que as pessoas vacinadas irão morrer em dois anos, o que cientificamente não é verdade. O segundo ponto que torna a mensagem falsa é a manipulação do texto, que durante a entrevista citada o virologista teria falado sobre mortes, e na original, do site americano “RAIR Foundation“, Prof. Montagnier falou da criação de variantes da Covid-19 por meio das vacinas. O próprio veículo também divulgou uma notícia desmentindo o fato deturpado.

Variantes

Alguns especialistas já debateram sobre a suposta teoria de que as vacinas criam variantes, o que também não é verdade, já que a função delas é treinar e preparar as defesas naturais do corpo – o sistema imunológico – para detectar e combater vírus e bactérias selecionados. Se o corpo for subsequentemente exposto a esses patógenos, estará pronto para destruí-los imediatamente, evitando doenças.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), todas as vacinas usadas para a imunização são seguras e protegem contra as formas graves e críticas da doença. Além disso, é necessário que todas as pessoas sejam imunizadas o quanto antes, para evitar que o vírus circule entre as pessoas, mesmo naquelas já imunizadas. 

“Mesmo quem já se vacinou, deve continuar com as demais medidas de prevenção: manter distanciamento físico, evitar aglomerações, usar máscara corretamente, higienizar frequentemente as mãos e manter ambientes arejados”, recomenda a SBI, pois, mesmo quem já se vacinou pode vir a contrair o vírus e transmitir para outras pessoas.

Outra recomendação dos especialistas é com relação às doses, é necessário que todas as pessoas tomem as duas doses das vacinas, pois nenhum imunizante é 100% eficaz. É preciso estar atento ao calendário de vacinação, do estado ou cidade, e não perder prazo.

Vacinação

De acordo com o Vacinômetro, ferramenta de monitoramento de vacinação do Ministério da Saúde, no Brasil, até o dia 02/06, cerca de 68.244.216 brasileiros já foram imunizados contra à Covid-19, sendo 45.940.210 pessoas com a primeira dose e 22.304.006 pessoas com a segunda dose.

A COAR ressalta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo nosso WhatsApp (86) 99517-9773 ou pelo Instagram (@coarnoticias).

Escrito por: Kryssyno Oliveira

Referências da COAR:

Organização Mundial da Saúde (OMS)

RAIR Foundation

Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI)

Ministério da Saúde

COAMOS: Pesquisa do Instituto Paraná aponta para vitória de Bolsonaro, contra Lula, em todos os estados?

Uma pesquisa de intenção de voto realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas aponta para vitória de Jair Bolsonaro em todos os estados, em um possível confronto com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2022, na disputa pela presidência da República? Falso.

No site relativo à empresa não é possível encontrar dados que indicam a execução de aferimentos por estado, como consta na mensagem, compartilhada em grupos de WhatsApp e em outras redes sociais, como o Facebook.

O último levantamento feito pelo instituto foi divulgado no dia 07 deste mês e mostra que o capitão reformado venceria o petista no primeiro turno com uma diferença de apenas 3,4 % dos votos (32,7% contra 29,3). A sondagem foi encomendada pelo grupo Veja.

“[…] o presidente lidera nas quatro simulações de primeiro turno, com porcentuais que variam de 32,7% a 34,5% dos votos, sempre seguido de perto pelo petista. O mesmo contingente — 32,1% — diz que considera o seu governo ótimo ou bom. No segundo turno, ele está à frente dos principais rivais”, destacou a Revista Veja em reportagem publicada no dia 07 deste mês.

Foto: reprodução/Revista Veja

Em âmbito de estado, até o momento a empresa disponibilizou apenas os resultados de pesquisas eleitorais, para simular a disputa entre Bolsonaro e Lula, realizadas na Bahia e no Rio Grande do Sul: de forma individualizada. Os números revelados sobre os dois casos, diga-se de passagem, ajudam a confirmar que o levantamento divulgado nas redes sociais é falso.  

Se dependesse dos gaúchos, o atual presidente brasileiro venceria o pleito no primeiro turno com 30% das intenções de voto, contra 24,9% do ex-presidente. As informações foram retiradas pela nossa reportagem do endereço virtual do Paraná Pesquisas.

Na Bahia o cenário é diferente. Lula levaria a melhor, com 43,3% dos votos válidos, contra 24,6% de Jair Bolsonaro.

Na mensagem checada aqui pela nossa reportagem consta que o atual chefe do executivo brasileiro levaria a melhor com 69,39% de aprovação no Rio Grande do Sul e com 69,62% no estado da Bahia. Confira o conteúdo da mensagem falsa logo abaixo:

Pesquisa realizada hoje!
Paraná pesquisas registrado no TSE:
Bolsonaro Vence hoje em todos os estados, porque o povo quer que ele continue!


Acre: Bolsonaro 74,18 %


Alagoas:Bolsonaro 58,36%


Amapá: Bolsonaro 72,29%


Amazonas: Bolsonaro 66,18%


Bahia: Bolsonaro 69,62%


Ceará: Bolsonaro 67,46%


Distrito federal: Bolsonaro 71,25%


Espírito santo: Bolsonaro 80,70%


Goiás: Bolsonaro 77,25%


Maranhão: Bolsonaro 61,90%


Mato Grosso: Bolsonaro 60,36%


Mato Grosso Sul: Bolsonaro 54,55%


Minas:;Bolsonaro 62,81%


Pará: Bolsonaro 59,67%


Paraíba: Bolsonaro 60,91%
__
Paraná: Bolsonaro 67,88%


Pernambuco: Bolsonaro 68,09%


Piauí: Bolsonaro 65,71%


Rio Janeiro: Bolsonaro 69,72%


Rio Grande Norte:Bolsonaro 76,51%


Rio Grande Sul: Bolsonaro 69,39%


Rondônia Bolsonaro 69,85 %


Roraima: Bolsonaro 60,43%


Santa Catarina: Bolsonaro 82,41%


São Paulo: Bolsonaro 71,47%


Sergipe: Bolsonaro 61,13%


Tocantins: Bolsonaro 61,23%


COMPARTILHE E MOSTRE QUE O POVO CANSOU DE SER BESTA! PORQUÊ O POVO QUER RENOVAÇÃO !Se vc faz parte deste povo, confirme repassando a amigos essa aspiração de alguem honesto sentado na cadeira de presidente de um Brasil renovado ! Faça isso, e não se arrependerá. Tenho certeza.

Essa noticia não vai sair no Estadão, Folha, UOL, Facebook, Instagram, OGLOBO, JB, etc. TVs Globo, Band etc.

A COAR alerta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo nosso WhatsApp (86) 99517-9773 ou pelo Instagram (@coarnoticias).

COAR lança cursos educacionais com preços acessíveis para acadêmicos e profissionais

Neste primeiro semestre, a COAR está lançando uma extensão educacional: COAR EDUCA para oferecer cursos técnicos com professores para manutenção do projeto, principalmente para custos do site e da equipe. O projeto não recebe doações, mas já recebeu em junho de 2020 de amigos próximos da fundadora. Mas todo o dinheiro foi entregue para ex-membros, exceto para a fundadora.
Diante dos custos em manter o projeto há mais de um ano, sem apoio de empresas, instituições e doações, a COAR decide seguir os passos de grandes projetos de fact-Checking no Brasil, como a Lupa e Aos Fatos.
É a primeira vez que a COAR lança a extensão focada em levar conhecimento de fácil acesso, online e com custo quase zero. No ano passado, a COAR divulgou um evento nacional sobre desinformação, que ganhou notoriedade e centenas de inscrições.

A primeira Edição do COAR Educa contará com três cursos, exibidos no período de 24 a 25 de junho, em uma plataforma digital. Os cursos contam com professores, apoiadores do projeto.

“Redação jornalística para a Web” com Ruthy Costa

Mestra em Comunicação pela Universidade Federal do Piauí (PPGCOM/UFPI) com pesquisa na linha Processos e Práticas do Jornalismo. Graduada em Comunicação Social – Jornalismo e Relações Públicas pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Membro do Núcleo de Pesquisa em Jornalismo e Comunicação – NUJOC/UFPI. Professora no Instituto de Educação Superior Raimundo Sá (IESRSA).

“Marketing Digital” com Rannyelle Andrade

Mestranda em Comunicação pela Universidade Federal do Piauí (PPGCOM/UFPI), Especialista em Comunicação, Mídias Sociais e Marketing Político. Docente do Ensino Superior, Administração Estratégica e membra do Núcleo de Pesquisa em Estratégia em Comunicação (NEPEC/UFPI). A pesquisadora desenvolve pesquisas em Marketing, Mídias Sociais, Comunicação Política, Análise de Discurso e Estratégia de Dados.

“Fact-checking: técnicas de checagem para jornalistas” com Victor Martini Gabry

Pesquisador em desinformação e agências de checagem na Universidade Federal Fluminense (UFF) e repórter checador no Coletivo Bereia (RNCD).

Para os interessados, basta fazer a inscrição por aqui.

Os três cursos custarão apenas R$ 30. Os cursos serão realizados de 24 a 25 de junho de 2021. Os horários serão divulgados em breve.

Todos os valores arrecadados e o que for realizado com os investimentos serão apresentados na seção Transparência.

Boticário: Link de Promoção do Dia das Mães é falso

É comum encontrarmos na internet, golpistas que utilizam a marca verdadeira de empresas, inclusive o link oficial do site de organizações de forma maliciosa para dar maior credibilidade aos seus conteúdos ao mesmo tempo que utilizam links enganosos para aplicar golpes. A marca de cosméticos O Boticário é um alvo frequente.

Leitora da COAR pedindo esclarecimento sobre o link

Recentemente, há um link que vem sendo divulgado sobre uma promoção para o Dia das Mães com produtos da empresa. Para conseguir a tal promoção, o usuário teria que clicar em um link malicioso —portanto a avisa: Não clique ou compartilhe, pois o link não corresponde ao verdadeiro da empresa. Além disso, não há qualquer informação sobre essa suposta promoção no site da marca, embora existam sim kits promocionais.

A COAR alerta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo nosso WhatsApp (86) 99517-9773 ou pelo Instagram (@coarnoticias).

Escrito por: Marta Alencar

Fundação Alimento Solidário está doando cestas básicas e vale-compras de R$ 50 reais?

Desinformações sobre doações de cestas básicas e vale-compras são cada vez mais frequentes e divulgadas em massa nas redes sociais. Uma delas é sobre um ENGANOSO CADASTRO no WhatsApp de cestas básicas e vale-compras da Fundação Alimento Solidário.

O primeiro ponto da desinformação é que não existe Fundação Alimento Solidário e sim Projeto Alimento Solidário, mas promovida pelo Governo de São Paulo e não pelo Governo Federal. Outro ponto da desinformação é que quando o usuário acessa a página, o suposto programa já tem outro nome (Cesta Básica Alimentar) e usa a bandeira do Brasil para manipular e passar a credibilidade de que é promovida pelo Governo Federal, o que não é verdade. O terceiro ponto da desinformação é que o usuário é convidado a preencher o cadastro e em seguida compartilhar o link para mais pessoas. Isso é um cadastro FALSO e promovido por golpistas. Não clique e não compartilhe!

O programa “Alimento Solidário” é uma iniciativa do Governo de São Paulo, por meio do Fundo Social do Estado. A iniciativa repassa cestas de alimentos para que as prefeituras façam a distribuição dos produtos às famílias inscritas do CadÚnico.

O segundo ponto é que o link disponibilizado na mensagem é enganoso, ou seja, criado por golpistas. O link do programa oficial é outro, mas a COAR revela que apenas o Governo de São Paulo promove o programa e que oferta apenas cestas básicas. O Governo de São Paulo não entrega vale-compra de R$ 50 para os inscritos.

A COAR alerta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo nosso WhatsApp (86) 99517-9773 ou pelo Instagram (@coarnoticias).

Escrito por: Marta Alencar

Lista de líderes mais corruptos do mundo é falsa

A COAR recentemente recebeu uma mensagem que fala sobre uma lista da Transparência Internacional com os líderes mais corruptos do mundo. O levantamento apontou o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como primeiro colocado.

Foto: Reprodução/WhatsApp.

Confira a mensagem completa:

“Divulgado pela revista Veja Oeste, o ex-Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva entrou para o ranking dos líderes mais corruptos da história da humanidade.

E adivinhe só: Lula é o número 1 da lista.

Uma vitória para o Brasil (ironia).

O Partido dos Trabalhadores (PT) é considerado o partido que mais roubou um país na história. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a corrupção durante a era Lula e Dilma pode ter sido de aproximadamente 206 bilhões de dólares, ao longo dos 13 anos do PT no poder.

Considerando que Lula é o líder supremo do partido, e esteve nos bastidores controlando tudo enquanto Dilma era Presidente da República entre 2010 e 2015, o petista pode assumir o topo da lista dos líderes mais corruptos do mundo.

“A lista foi realizada pela Organização Não-Governamental de anti-corrupção que é sediada na Alemanha, chamada Transparência Internacional.

Veja abaixo a lista com os 10 líderes mais corruptos do mundo, que inclui Lula na primeira posição:

Ex-presidente do Brasil, Lula ($ 206 bilhões – entre 2003 e 2015)

Ex-presidente da Indonésia, Suharto ($ 15 bilhões – $ 35 bilhões entre 1967 e 1998)

Ex-presidente das Filipinas, Ferdinand Marcos ($ 5 bilhões – $ 10 bilhões entre 1972 e 1986)

Ex-presidente do Zaire, Mobutu Sese Seko ($ 5 bilhões entre 1965 e 1997)

Ex-chefe de Estado da Nigéria, Sani Abacha ($ 2 bilhões – $ 5 bilhões entre 1993 e 1998)

Ex-presidente da Iugoslávia e da Sérvia, Slobodan Milošević ($ 1 bilhão entre 1989 e 2000)

Ex-presidente do Haiti, Jean-Claude Duvalier ($ 300 milhões – $ 800 milhões entre 1971 e 1986)

Ex-presidente do Peru, Alberto Fujimori ($ 600 milhões entre 1990 e 2000)

Ex-primeiro-ministro da Ucrânia, Pavlo Lazarenko ($ 114 milhões – $ 200 milhões entre 1996 e 1997)

Ex-presidente da Nicarágua, Arnoldo Alemán ($ 100 milhões entre 1997 e 2002)

Ex-presidente das Filipinas, Joseph Estrada ($ 78 milhões – $ 80 milhões entre 1998 e 2001)

“PT NUNCA MAIS”

A informação checada pela COAR é falsa. Diversas agências de checagens no Brasil já haviam realizado checagens da mesma lista, que circula pela internet desde 2004. Desta vez com algumas mudanças, mas com os mesmos dados, é possível ver que o link da informação está direcionado para o site de notícias No Momento, que teve a notícia apagada.

Notícia de lista falsa é apagada de site. Foto: Reprodução.

Outra ponto importante diz respeito à “revista Veja Oeste”; analisamos que o nome do veículo de comunicação é falso. Não existe o meio de comunicação citado, mas o portal Veja Oeste, que publicou a lista dos líderes no ano passado, mas ela foi tirada do ar. A COAR conseguiu acessar a notícia por meio de uma ferramenta de busca. O uso da palavra revista pode gerar uma confusão no leitor, pois se associa aos nomes das tradicionais revistas Veja, da editora Abril, e Oeste. Nenhuma delas postou algo relacionado à lista em questão.

Já a lista dos líderes mais corruptos também é falsa. Não encontramos nenhuma lista ou ranking a respeito no site oficial da Transparência Internacional. Por outro lado, a Transparência Internacional, que é uma organização mundial de combate a corrupção no mundo, divulga anualmente o Índice de Percepção da Corrupção (IPC), que é o principal indicador de corrupção do mundo.

Ele avalia 180 países e territórios e os atribui notas em uma escala entre 0 (quando o país é percebido como altamente corrupto) e 100 (quando o país é percebido como muito íntegro). Em nenhuma das suas edições foi destacada a lista citada na mensagem. A sua última edição é a de 2020, clique aqui para conferir.

Também não encontramos nada referente ao valor de U$ 206 bilhões de dólares com base no Ministério Público Federal (MPF), como aponta a mensagem, ou seja, é falso.

A COAR ressalta que ao receber uma mensagem duvidosa, desconfie e não forneça seus dados antes de ter certeza de que é verdadeira. Qualquer dúvida nos contate pelo nosso WhatsApp (86) 99517-9773 ou pelo Instagram (@coarnoticias).

Escrito por: Kryssyno Oliveira

Referências da COAR

Transparency International

Transparência Internacional Brasil

Ministério Público Federal (MPF)