Áudio de Pedro Alcântara criticando Governo do Estado é verdadeiro, mas fora de contexto. Jornalista garante que não tem nada contra Wellington Dias

Vídeos, áudios e textos verdadeiros, mas de anos anteriores, voltam a circular frequentemente na internet, principalmente quando o intuito é denegrir a imagem de um candidato ou adversário político em processos eleitorais. Uma declaração do jornalista Pedro Alcântara da TV Antena 10 voltou a circular nas redes sociais. No vídeo editado em trechos, segue um áudio com o título: “Vaza áudio do jornalista Pedro Alcântara falando do Governador”. Em abril, a COAR já havia desmentindo outra história envolvendo o jornalista. Um vídeo, claramente editado e manipulado atribuía uma falsa declaração a respeito do prefeito da cidade de São José do Divino, Antônio Nonato Lima Gomes, registrado como o primeiro óbito pela Covid-19 no Piauí.

Leia mais: Vídeo de jornalista que circula nas redes sociais não é sobre prefeito de São José do Divino

O áudio que voltou a circular diariamente em grupos de WhatsApp é a respeito de uma reunião privada do apresentador com amigos em agosto de 2018 e divulgado sem o seu consentimento na época. No áudio, o apresentador afirmou: “Nunca houve roubo no estado do Piauí igual a esse. Daqui a pouco você vai ver o tanto de roubo. Cada secretaria tem dono pra roubar”.

Ainda no áudio, o jornalista fez críticas a gestão estadual e pede que quem está participando da reunião, que repense sobre o futuro do estado. Lembrando que em 2018 ocorreu as eleições para governador. “Doze anos ainda acha pouco continuar roubando!?, mas nós não vamos assinar embaixo, não vamos dar esse passaporte. Peço a vocês que conversem com seus vizinhos, com seus irmãos, converse com sua família, conscientize as pessoas que estamos diante de um quadro que se não houver mudança, lá no final de 2022 ele vai colocar a Regina irá  perpetuar a roubalheira da gangue, da quadrilha, só depende de nós”, declarou.

Diante da repercussão do caso em 2018, o próprio jornalista na época, gravou um vídeo comentando a respeito do conteúdo: “Quero dizer que o áudio envolve dois contextos, tiraram apenas a parte final. Realmente eu falei sobre o governador. Mas comentei primeiramente sobre a pessoa do governador Wellington Dias e também falei sobre o governo (a instituição). Sobre a pessoa, o cidadão Wellington Dias não há nenhum reparo… O pai de família, o marido, o avô e o amigo. O que eu falei de crítica foi sobre o governo, a instituição, que na minha opinião deixa a desejar. Tenho esse direito como cidadão de fazer isso. Quero deixar bem claro que não tenho nada contra o cidadão Wellington Dias, que tenho inclusive um apreço”, disse.

A COAR tentou entrar em contato por diversas vezes com o jornalista para falar sobre a repercussão novamente do áudio, mas não obtivemos êxito.

Escrito por: Marta Alencar

Vídeo de jornalista que circula nas redes sociais não é sobre prefeito de São José do Divino

Em vários municípios do Piauí, circula nos grupos de WhatsApp, um vídeo de uma entrevista do jornalista Pedro Alcântara da TV Antena 10. O vídeo foi claramente editado para enganar os que visualizam o conteúdo. Foi cortado justamente o momento em que o jornalista comenta sobre a morte de um homem, identificado como José Brito Melo, que teria morrido não de Covid-19, mas de pneumonia.

O vídeo #foradecontexto atribui a declaração do jornalista ao prefeito da cidade de São José do Divino, Antônio Nonato Lima Gomes, registrado como o primeiro óbito pela Covid-19 no Piauí.

Ao ter conhecimento sobre o vídeo editado, a jornalista Tacyane Machado, residente da cidade de Parnaíba, desmentiu a vinculação do conteúdo ao prefeito do município de São José do Divino. Ela conta que o vídeo está sendo amplamente divulgado em grupos de WhatsApp. “A negação da morte por coronavírus do prefeito de São José do Divino é uma tentativa de confundir a cabeça das pessoas. Ao cortar o vídeo e deixar só o nome da cidade, faz com que a pessoa pense que o vídeo é dele”, contou.

A COAR teve acesso ao vídeo completo, sem cortes. A morte que o jornalista Pedro Alcântara esclarece no programa é a do cidadão José Brito Melo de 58 anos, morador da cidade de São José do Divino, que morreu no hospital de Monte Castelo em Teresina (PI). Ele não estava com Covid-19, morreu por contrair uma pneumonia aguda, que se tornou fatal devido ao seu histórico de doenças como diabetes e tuberculose.

Veja o vídeo completo na íntegra:

Escrito por: Gabrielle Alcântara e Marta Alencar